Vinícola Don Laurindo

Página:
de 2

A história da Vinícola Don Laurindo tem início em 1887, quando Marcelino Brandelli procedente de Zévio, pequeno povoado na província de Verona, norte da Itália, chega a Bento Gonçalves. 

Como todos os imigrantes, no início, sobreviveu dedicando-se à agricultura rudimentar da época e simultaneamente, iniciou o plantio de videiras, cujo vinho se destinava ao consumo da família. 

Em 1946, Cezar, filho de Marcelino, com sua família, adquiriram terras na localidade Oito da Graciema, onde se consolidaram na produção de uvas e vinhos, muito apreciados pelos vizinhos e amigos.

Esta tradição e a arte foram transmitidas de pai para filho. Laurindo, filho de Cezar, esmerou seus conhecimentos juntamente com o filho Ademir que formou-se em enologia e passaram a produzir e a elaborar vinhos finos de castas nobres. 

Em 1991 Laurindo resolveu institucionalizar a venda de seus vinhos, criando a Vinícola Vinhos Don Laurindo Ltda.

Unindo-se tradição, arte e técnica, através da produção própria e seleção das uvas, obtém-se excelentes resultados na elaboração dos vinhos. Os vinhos são elaborados para o consumo da família e o excedente, comercializado. Dentro desta filosofia, conseguimos degustar e apreciar vinhos com garantia de qualidade e de sabores exclusivos.

O brasão representa a grandeza, a coragem e o valor de uma família que deixou marcas indeléveis na história. A longa permanência na província de Verona, o registro de sua notável participação no Nobre Conselho e a sua capacidade e dedicação ao trabalho, encontra-se nos arquivos históricos da Itália. O brasão da família Brandelli retrata a tradição e o trabalho dos antepassados.

Os vinhos além de excederem em qualidade de ano para ano, também refletem sua individualidade.

O carinho com a guarda dos vinhos é tão importante quanto o cuidado dispensado na elaboração dos mesmos. É no envelhecimento que as uvas irão transmitir suas vivências.

O vinho amadurece nas pipas e depois é engarrafado e armazenado em caves na Don Laurindo, onde, com temperatura natural quase constante, em ambiente de penumbra e silêncio, continua sua evolução.

O período de envelhecimento é definido conforme cada variedade, através de degustações. Em nível sensorial, pode-se apreciar a redução da aspereza, a evolução da cor, dos aromas e a formação de bouquet.